17/06/2014

Resenha - O Hobbit (J. R. R. Tolkien)


Título: O Hobbit 
Título original: The Hobbit 
Autor: J. R. R. Tolkien
Editora: Wmf Martins Fontes 
ISBN: 9788578277314 
Páginas: 328

Sinopse: Inesperadamente, Bilbo Bolseiro, um hobbit de vida confortável e tranquila no Condado recebe a visita de 13 anões e Gandalf que o arrastam em uma jornada através das montanhas e das terras ermas enfretando trolls, orcs, wargs, elfos para o resgate de um tesouro muito bem guardado por Smaug, o dragão. Bilbo se vê em diversas confusões e encontra algo que mudaria não só sua vida como de toda Terra-Média.



No magnífico mundo criado por Tolkien, há um lugarzinho chamado Terra Média, no qual abriga magos, wargs, orcs, hobbits, trolls, elfos e outros seres. Neste mundo, no Condado, numa toca no chão, mora Bilbo Bolseiro, um hobbit nascido da união entre Bungo Bolseiro e Belladona Tûk, filha de um aventureiro, o Velho Tûk. Os hobbits são conhecidos por serem criaturas ágeis que recusam qualquer aventura, pois a consideram como insanas e perigosas, tornando-os preferíveis a ficar em suas tocas aconchegantes e quentinhas. Os hobbits são muito gentis e festeiros que vivem à base da agricultura. 
Em um belo dia qualquer, Bilbo recebe inesperadamente a visita do grande mago Gandalf, que lhe convida para uma aventura perigosa com mais treze anões para recuperar o ouro dos anões que foi roubado pelo temido Smaug, um dragão que vive na Montanha Solitária onde dorme em cima de muito ouro, durante o reinado de Thror, avô de Thorin. Ele lhe propõe a missão de ser o ladrão que resgatará o tesouro de Smaug, já que ele é o único capaz disso.
Nessa ilustração podemos ver o primeiro encontro entre Gandalf e Bilbo.
"-Que queres dizer? -perguntou Gandalf. -Desejas um bom dia, ou queres dizer que está um bom dia, quer eu o queira, quer não? Ou que te sentes bem esta manhã? Ou que é uma manhã para ser bom?"



A princípio, Bilbo recusa o convite com seu lado medroso que preza pelo conforto da família Bolseiro, enquanto a parte aventureira e corajosa dos Tûk escondida nele implora por essa jornada. Mas depois de uma festa e um grande banquete quando, um por um, os anões começam a chegar na acomodada toca de Bilbo na noite seguinte, ele se sente persuadido com tal visita e então parte nessa incrível jornada com Dwalin, Balin, Dori, Nori, Ori, Oin, Gloin, Bifur, Bofur, Bombur, Kili, Fili e, é claro, Thorin e Gandalf montados em pôneis ultrapassando montanhas, rios, vales e florestas nos quais Bilbo jamais conheceu, a não ser através de canções e histórias, rumo à Montanha Solitária, o antigo lar dos anões que foi reinado por Thror em meio à muitas riquezas até que Smaug, sedento por ouro como todos os dragões, dominou tudo. Isso deixou uma raça inteira desamparada, responsável por tudo o que viria a seguir. 

"-Minha armadura é como dez camadas de escudo, meus dentes são espadas, minhas garras, lanças, o choque de minha cauda é como um raio, minhas asas, como um furacão, e minha respiração é a morte!"

Terminei de ler O hobbit com o coração na mão. Eu, uma super fã da literatura fantástica, contos com seres tão complexos e magníficos que uma parte distinta e até consideravelmente irracional da minha imaginação deseja que realmente existam, não pude deixar de apreciar cada detalhe deste livro incrível! Com uma narrativa bem descritiva, fluída e agradável, a história se desenrola de uma forma que eu, pessoalmente, fiquei tipo: "Mas já acabou? Preciso de mais!". E não posso me esquecer dos personagens. Ah, os personagens... tão encantadores, ainda mais Bilbo, que provou para si mesmo que pode ser corajoso, sagaz e inteligente em situações de extrema dificuldade. Ler O Hobbit foi realmente Uma jornada inesperada! 


Gostou? Então deixe seu comentário contando o que achou! 

2 comentários:

  1. Ola Lais tudo bem? Tolkien é tolkien né?!

    Não existe igual. Estou seguindo e adorei seu blog, da uma passadinha la no meu cantinho também!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii!
      UAU, Tolkien é tão Tolkien que é triste pensar que não dá para chegar nele e dizer: "Cara, você é demais!", não é? Haha!
      Obrigada por seguir, fico feliz que tenha gostado!
      Adoro seu blog!
      Abraços!

      Excluir

1. Comente aqui, quero saber o que achou do post! Fico feliz em responder.
2. Clique em "Seguir" para acompanhar postagens como essa e me ajudar!
3. Caso queira propôr parceria, collab ou algo do tipo, clique em "Contato" e vamos conversar por e-mail.
4. Pode deixar o link de seu blog/site, gosto de visitar outros blogs!
5.Mi casa es su casa. Volte sempre!