05/07/2014

Resenha - Desaparecido para sempre (Harlan Coben)

Título: Desaparecido para sempre
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro 
ISBN: 9788580410754
Páginas: 304


Sinopse: No leito de morte, a mãe de Will Klein lhe faz uma revelação: seu irmão mais velho, Ken, desaparecido há 11 anos e acusado do assassinato de sua vizinha Julie Miller, estaria vivo. Embora a polícia o considere um fugitivo, a família sempre acreditou em sua inocência.

Ainda aturdido por essa descoberta e tentando entender o que realmente aconteceu com seu irmão, Will se depara com outro mistério: Sheila, seu grande amor, some de repente, e o FBI suspeita do envolvimento dela no assassinato de dois homens. Apesar de estarem juntos há quase um ano, Sheila nunca revelou muito sobre o seu passado.
Enquanto isso, Philip McGuane e John Asselta, dois criminosos que foram amigos de infância de Ken, passam inexplicavelmente a rondar a vida de Will.
Para descobrir a verdade por trás desses acontecimentos, ele conta apenas com a ajuda de Squares - seu colega de trabalho em uma fundação de assistência a jovens carentes e proprietário de uma escola de ioga famosa entre as celebridades, o que lhe garante acesso a todo tipo de pessoas e de informações.
Mestre do thriller de ação, Harlan Coben se supera nesta eletrizante história cheia de incríveis reviravoltas. Um suspense que mostra a busca pelo assassino, pela vítima e, acima de tudo, pela verdade.


Will Klein morava em um subúrbio em Nova Jersey com sua família, quando seu irmão mais velho, Ken, foge de lá após ser acusado de assassinato e abuso sexual contra Julie Miller, vizinha e ex-namorada de Will.
Onze anos depois, Will está levando uma vida normal trabalhando com sua namorada, Sheila Rogers, e com seu melhor amigo, Squares, na Covenant House, um lugar que abriga crianças e adolescentes que vivem nas ruas. A mãe de Will, Sunny, acaba morrendo de câncer. Como se não bastasse, suas últimas palavras foram que, apesar de todos aqueles anos sem notícias, Ken ainda está vivo. Atordoado, Will se pergunta se sua mãe não estivesse delirando. Até que ele encontra uma foto recente de seu irmão.
Em uma madrugada, em seu apartamento, ele vê Sheila misteriosamente abalada. Sheila tem um passado sombrio que decidiu enterrar em um canto escondido de tudo e de todos, até de Will. Por um descuido seu - ou extrema inocência do personagem -, sua amada vai embora sem deixar indícios para onde. E então, a vida de Will muda completamente o rumo quando recebe outra notícia: as impressões digitais de Sheila foram encontradas bem longe de sua cidade na cena de um crime, onde dois homens foram assassinados. Logo, ele é interrogado por um grande agente do FBI, Joseph Pistillo.
Em seguida, vemos Will decidir encontrar a verdade por trás desses acontecimentos que arruinaram sua vida e recebe todo o apoio de Squares. Ao longo das reviravoltas, Kate - a irmã mais nova de Julie - começa a apoiar Will nessa investigação. O que ninguém esperava, é que ela sabia muito mais do que poderíamos imaginar.
Para complicar a situação, entram em cena Philip McGuane, - amigo que infância de Ken - que se tornou um mafioso descarado que está incansavelmente atrás dele e, para isso, recebe a ajuda de John Asselta, mais conhecido como Fantasma, um homem sinistro que se deleita toda vez que estrangula uma pessoa e a vê lutando para conseguir respirar até não poder mais. Ambos decidem usar Will para chegar até Ken.

Clique aqui para ler quotes do livro

Eu estava muito ansiosa para escrever essa resenha. Talvez seja porque eu finalmente tenha decidido ler um livro com esse gênero, especificamente o do Harlan, que surgiu de repente em cima de uma prateleira em casa. Eu já tinha ouvido muitas pessoas falando dos livros do autor, mas nunca realmente pensei em ler algum. 
E eu me arrependo.

Com um desfecho inimaginável que deixa qualquer leitor preso na leitura, sem fôlego e surpreso, Harlan mostra nossa realidade cruel que liga vários pontos em um só, numa narrativa gostosa e clara de se ler. Estupro, prostituição, assassinato, sequestro e um pouco mais, são contados no livro não de uma forma fictícia para dar vida ao enredo, mas sim de uma forma real, porque, bem, é a verdade nua e crua que ocorre constantemente. 
O que eu notei, é que já no início do livro o autor deixa bem clara (talvez nem tão clara assim, né?) quase toda a verdade e, ao longo dos capítulos e mais capítulos, nós conseguimos ter uma noção básica do que está escondido por trás da história se juntarmos as informações, até que no fim, os pontos ligados nos faz pensar: "Esse cara é um gênio!". Mas como ele é um gênio, deixou mais surpresas imprevisíveis para aquele final eletrizante.

A única coisa que gostaria de esclarecer, não como um ponto negativo, até porque nosso protagonista, Will, deixa isso bem claro, mas sim como um comentário necessário, já que resenhas devem ser sinceras, é que Will é um cagão medroso e até certo ponto inocente, considerando o que ele passou a enfrentar. Há uma cena - mais ou menos na metade do livro - (não vou dar spoiler, é só uma observação) em que Will toma uma certa atitude que me fez ficar tipo: "ISSO! ISSO! SOCA A CARA DELE! DETONA TODO MUNDO!". Pois é...

Enfim, Desaparecido para sempre conta com um enredo bem construído e desenvolvido, com uma escrita fantástica e com personagens bem descritos que atuam de formas tão claras que nós sabemos realmente o motivo de tal coisa estar acontecendo em determinadas cenas. Foi chocante mas ao mesmo tempo encantador ler esse livro.

"No fim, a mais desagradável das verdades é preferível à mais bela mentira."

8 comentários:

  1. Coben, ta ai um autor que nunca li. Acho que vou aproveitar que ele ta sempre em promoção na americanas e comprar um e conferir, sua resenha me convenceu.

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabia que os livros dele estão sempre em promoção. Vou dar uma olhada para ver se acho os que eu quero. Fico feliz que a resenha tenha lhe incentivado a ler algum livro do autor. Assim que você fizer uma resenha no seu blog, pode deixar que meu comentário vai estar lá.

      Abraços!

      Excluir
  2. Acredita que eu ainda não li nada do Harlan? Quase uma heresia falar isso, eu sei =P. Mas vontade é o que não falta. Tenhp Confie em Mim aqui em casa. Espero ler em breve

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, devo admitir que não tinha a mínima vontade de ler Desaparecido para sempre, até que eu li, amei e tenho só mais uma coisa a dizer: CORRE LER CONFIE EM MIM e depois conta o que achou :3

      Abraços!

      Excluir
  3. O Harlan Coben é um dos meus autores preferidos, e você conseguiu sim passar em sua resenha tudo o que eu senti quando li essa obra. A todo instante ficamos sem folego e mais sedento pela história. É demais!

    Att,
    Pedro S.
    http://decaranasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      É bem assim, mesmo! Estou ansiosa para ler mais alguns livros dele!
      Beijões!

      Excluir
  4. Olá =).
    Eu já li um livro desse autor e não curti nem um pouco, por esse motivo é que nem procurei mais livros dele para tirar outras conclusões;
    Beijos.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Qual livro você leu?
      É uma pena que não tenha gostado. Quando ouvimos muita gente falar algo positivo sobre uma obra, nós esperamos que nos agrade, mas nem sempre é assim.

      Obrigada pela visita!
      Abraços!

      Excluir

1. Comente aqui, quero saber o que achou do post! Fico feliz em responder.
2. Clique em "Seguir" para acompanhar postagens como essa e me ajudar!
3. Caso queira propôr parceria, collab ou algo do tipo, clique em "Contato" e vamos conversar por e-mail.
4. Pode deixar o link de seu blog/site, gosto de visitar outros blogs!
5.Mi casa es su casa. Volte sempre!